top of page

Indicador e sua importância na cultura de segurança do paciente

Atualizado: 8 de dez. de 2023

Os indicadores não são medidas absolutas de bom ou mau desempenho, mas indicam em que medida cumprimos determinado objetivo ou não.


Para a adesão dos cuidados de saúde mais seguros é crucial conhecer e mensurar os riscos à segurança e a criticidade dos eventos adversos e dos danos aos pacientes, além de mensurar e prever os riscos organizações.


Mensurar através de indicadores é monitorar o desempenho dos serviços de saúde e a efetividade das ações. É estudar e analisar com os acontecimentos e ficar alerta para enxergar previamente as novas ameaças.


Em outras palavras, os indicadores são ferramentas utilizadas a partir de dados que geram um tipo de informação relevante para avaliar o desempenho do serviço de saúde, da assistência segura e da sustentabilidade da organização. Sejam eles indicadores estratégicos, de desempenho, de riscos, de processo, de segurança, entre outros.


Os indicadores norteiam os esforços para garantir uma gestão em saúde segura.

Nos auxiliam nas seguintes gestões:

  • Gestão da qualidade;

  • Gestão de riscos;

  • Gestão de custos;

  • Gestão de recursos;

  • Gestão de leitos hospitalares;

  • Gestão da segurança do paciente;

  • Gestão de estrutura e muito mais.

Com os dados levantados e analisados é possível acompanhar os desempenhos para se alcançar as metas e para mitigar valores aceitáveis de riscos, além de identificar os avanços e as melhorias nos processos, o monitoramento das ações preventivas ou corretivas dos gargalos ou "gaps" e suas respectivas alternativas de mudanças.


Dessa forma os indicadores são ferramentas de análises e de ações, quando necessário, e nos ajudam a:

  • Evidenciar de forma clara os resultados e gerenciar o desempenho;

  • Fomentar a análise crítica dos resultados encontrados e das tomadas de tomada decisão;

  • Contribuir para a melhoria contínua dos processos e da organização como um todo;

  • Viabilizar a análise comparativa do desempenho da organização.

Disse Deming: O que não é medido não é gerenciado.”

Mas ele também disse: “Nem tudo que é medido, é convertido em números, as vezes a medição é – piorou ou melhorou.”


Os indicadores são uma poderosa ferramenta de gestão, mas somente se estiverem de acordo com os propósitos da organização, iso significa que devem estar de acordo com o PLanejamento Estratégico e a Identidade Organizacional (missão, visão e valores). Senão, serão apenas números que podem ser métricas de vaidade ou informações que não agregam em nada o processo.


A implementação da cultura de resultados através de indicadores oferece vários benefícios, contribuindo para a melhoria da qualidade dos serviços prestados, a eficiência operacional e a tomada de decisões informadas e seguras. Aqui estão alguns benefícios específicos:


Melhoria da Qualidade Assistencial: - Os indicadores de saúde podem medir a eficácia dos tratamentos, a segurança do paciente e outros aspectos relacionados à qualidade do atendimento médico.


Eficiência Operacional: - Através de indicadores, as organizações podem identificar áreas de ineficiência nos processos internos e implementar melhorias para otimizar a prestação de serviços.


Monitoramento de Desempenho: - Os indicadores ajudam a monitorar o desempenho das equipes, permitindo avaliar a produtividade, identificar áreas de destaque e fornecer feedback construtivo.


Redução de Custos: - A identificação de ineficiências e a otimização de processos podem levar a uma redução de custos operacionais, permitindo que os recursos sejam alocados de maneira mais eficaz.


Tomada de Decisão Baseada em Evidências: - Os indicadores fornecem dados objetivos e mensuráveis, possibilitando uma tomada de decisão mais informada por parte da administração, da equipe clínica e multiprofissional.


Gestão de Riscos: - Indicadores de saúde podem ajudar na identificação e gestão de riscos potenciais, contribuindo para a segurança do paciente e a conformidade com padrões regulatórios.


Satisfação do Paciente: - Através de indicadores, as organizações podem medir a satisfação dos pacientes, identificar áreas de melhoria no atendimento ao cliente e promover um ambiente mais centrado no paciente.


Aprimoramento Contínuo: - Ao monitorar regularmente os indicadores de desempenho, as organizações podem identificar oportunidades de melhoria contínua e ajustar suas práticas para se adaptar às mudanças nas necessidades dos pacientes e nas melhores práticas da área.


Avaliação de Resultados Clínicos: - Indicadores de saúde podem medir resultados clínicos, como taxas de cura, índice de desfechos, prevenção de complicações e qualidade de vida dos pacientes.


Facilitação da Comunicação Interna: - A implementação de indicadores pode promover a transparência e melhorar a comunicação entre as equipes, facilitando a colaboração e a resolução de problemas.


Em resumo, a utilização eficaz de indicadores pode levar a uma prestação de serviços mais eficiente, segura e centrada no paciente, contribuindo para o alcance de metas institucionais e a melhoria contínua da qualidade do atendimento. Colaboram para a gestão eficaz de hospitais, clinicas especializadas, ambulatórios, laboratórios e demais segmentos da saúde.





65 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page