14 DE JUNHO É COMEMORADO O DIA MUNDIAL DO DOADOR DE SANGUE

Atualizado: 14 de Jun de 2020

Doar sangue é um gesto de amor ao próximo.

O BRASIL PRECISA AGORA!!!


O Brasil já sofria com a baixa adesão de doadores de sangue. Nesse momento, a realidade é ainda pior. No mês passado, os postos de coleta de sangue tiveram uma queda de 30% no número de doadores, segundo a Colsan (Associação Beneficente de Coleta de Sangue), com sede em São Paulo, e que gere diversos postos de coleta no estado. E essa diminuição pode ser explicada pelo medo do doador se contaminar em um ambiente hospitalar, além de restrições caso ele tenha tido contato com pacientes que apresentaram sintomas de covid-19.


Sem estoque de sangue, os hospitais não têm como continuar. A doação beneficia pessoas com doenças crônicas e até quem sofre com covid-19.


Antes da pandemia, para ser um doador, era necessário ter entre 18 e 69 anos, pesar no mínimo 50 quilos e apresentar bom estado de saúde, entre outros quesitos.

Agora, por conta do coronavírus, algumas medidas estão sendo adotadas antes da coleta. Indivíduos que apresentaram sintomas respiratórios e febre nos últimos 30 dias não podem realizar qualquer tipo de doação. Além disso, se o doador esteve em contato com algum paciente que teve covid-19 ou apresentou sintomas, não poderá fazer a doação de sangue no período de no mínimo 14 dias.


É muito importante doar nesse atual momento já que os bancos de sangue por quase todo país seguem em sua capacidade mínima. Menos de 2% da população doa sangue no Brasil.

Não deixe que o coronavírus quebre essa corrente do bem. Mas atenção, se estiver com sintomas de gripe, fique em casa.


A doação de sangue é segura, não havendo riscos para quem doa. Para receber os doadores, os cerca de 32 hemocentros no país, além de aproximadamente 500 serviços de hemoterapia - onde também são feitas coletas e uso do sangue -, estão preparados. Todas esses serviços estão disponibilizando condições de lavagem de mãos, uso de antissépticos e acolhimento que minimizem a exposição a aglomerado de pessoas. Cuidados com a higienização das áreas, instrumentos e superfícies também têm sido intensificados pelos hemocentros.




9 visualizações0 comentário